Imóveis vão baixar de preço em 2012


Egydio Andreza, presidente do Sindimóveis Rio, fala no programa de rádio “Plantão Imobiliário” que passa na Band AM – 1360Khz – Rio de Janeiro e aconselha aos corretores de imóveis serem mais conscientes ao estabelecer os preços dos imóveis quando realizarem suas avaliações.

Ouça diretamente os conselhos no site do Sindicato dos Corretores de Imóveis do Município do Rio de Janeiro no programa do dia 07/01/2012. O programa tem longa duração. Para ouvir os conselhos, vá direto para o tempo 25:30s.

Frases de efeito:
“Sejam mais conscientes nas avaliações dos imóveis não colocando os imóveis naquela estratosfera como vem acontecendo.”;
“Há empresas de grande porte que declarou que agora deu uma estagnada.”;
“…alguns colegas (corretores de imóveis) estão induzindo os compradores e vendedores ao erro.”

É interessante perceber que há mais clareza para todos que os preços dos imóveis estão muito altos e acabou a fase em que os “especialistas” defendiam que “foi apenas um ajuste de preços e que agora estão no patamar normal”.

Por isso e por outras, na minha opinião, os preços de imóveis irão cair em 2012. Você concorda? Será que estou sendo otimista?

Ultimamente tenho escrito mais sobre a bolha imobiliária. Gosto do assunto e não deixe de comentar e me corrigir. Clique aqui para ler outros artigos sobre este assunto.

Este post foi útil para você?

3 comentários

  1. Esses preços não se sustentam mesmo. Abra os classificados de qualquer domingo e veja a quantidade de ofertas. Aqui em Belém/PA, os prédios com apartamentos residenciais novos têm percentuais baixos de ocupação e uma infinidade de especuladores com ativos encalhados, dando prejuízos ao condomínio por não pagar suas taxas. Mal vejo a hora disso acabar.

    1. Felipe, hoje (16/Jan/2012) no Bom Dia Brasil eles noticiaram que em São Luiz/MA já é comum encontrar imóveis com preços superiores a 1 milhão. Deve ser a mesma situação que ocorre aí no Belém. É incrível como a especulação atingiu todo o Brasil. Será que Copa do Mundo, Olimpíadas e pré-sal justificam todo esse aumento? Será que a classe média tá tão crescente assim que já pode financiar R$250.000,00 para ter seu “APERTAMENTO”? Eu também espero que isso acabe logo.

Deixe uma resposta para Felipe Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.