Sociedade de Consumo e Obsolescência Programada

Depois que li uma reportagem no Jornal O GLOBO fiquei muito interessado no assunto da Obsolescência Programada. Lâmpadas incandescentes que poderiam durar mais, impressoras programadas para parar de funcionar depois de um certo número de páginas impressas, aparelhos e brinquedos onde não é possível trocar a bateria são exemplos de como a indústria e agentes econômicos trabalham para manter o consumo. Sem contar com a obsolescência do design, puramente psicológica e comum no Brasil em relação à indústria automobilística cujo carros mudam totalmente de modelo a cada 3 ou 4 anos fazendo com que você se sinta de carro velho. Continue lendo Sociedade de Consumo e Obsolescência Programada