Horário de verão ainda é útil?

O horário de verão foi criado com a ideia de aproveitar melhor a luz do dia e, com isso, economizar energia para iluminar as ruas e as residências. Segundo o site do Guia dos Curiosos, a ideia é de 1784 para economizar velas. Mas, conforme o Wikipédia, a primeira vez que o horário de verão foi efetivamente decretado foi em 1916, pela Alemanha, para economizar carvão após a primeira guerra mundial. Este post questiona a utilidade do horário de verão agora, 100 anos depois, já que o mundo moderno não usa a energia apenas para iluminação.

Continue lendo Horário de verão ainda é útil?

Dicas para sua pequena horta em apartamento

Comecei uma pequena horta de condimentos na varanda de meu apartamento. Não tenho ainda experiência no assunto e, por isso, vou acumulando aqui algumas dicas que tenho conseguido em outros sites:

Iniciando a horta

– Para preparar o vaso, cubra o fundo com uma camada de argila expandida para não entupir o buraco do vaso e permitir o escoamento da água, um tecido geotextil (ex. Bidim) para que a terra não entupa os buracos do vaso(1) e cubra com terra. O escoamento da água é necessário para que as raízes das plantas não apodreçam.
– Sua horta precisa receber 4 horas de sol. O ideal é estar posicionada para o norte geográfico.

Hortelã

– O Hortelã deve ser plantado sozinho no vaso. Sua raiz expande e ocupa todo o espaço prejudicando o desenvolvimento das outras plantas.(1)

Manjericão

– O Manjericão deve ser replantando todo ano.(2)
– Quando o manjericão começar a florescer, retire a flor que irá surgir. Isso manterá o manjericão forte por mais tempo.(3)

Esta página estará em constante atualização. Ainda estou adquirindo o material, pretendo colocar fotos da minha futura horta e trocar experiências com quem também se interesse pelo assunto.

— Fontes:
(1)http://www.leroymerlin.com.br/video/aprenda-montar-horta-pequena
(2)http://casa.umcomo.com.br/articulo/como-cultivar-manjericao-em-casa-1289.html
(3)http://revistadonna.clicrbs.com.br/porai/2011/06/02/a-luta-pela-sobrevivencia-do-manjericao/

Como comprar um pacote de Internet para pré-pago da Claro

Sofri muito para conseguir comprar um pacote de internet para o meu celular Claro pré-pago. O site deles é confuso e é difícil encontrar informações em um único lugar. Enfim, para contratar pacotes de internet para vários dias ou aproveitar outras promoções, ligue do seu celular para Continue lendo Como comprar um pacote de Internet para pré-pago da Claro

Cinema na planta

Será uma nova forma de fazer cinema?

O que estou chamando de “cinema na planta” (em alusão ao “imóvel na planta”) é a iniciativa de se pagar pelo filme que ainda não foi produzido. Os produtores fazem um trailler do projeto, entram com o projeto em algum site de financiamento coletivo (como o Catarse, por exemplo) e conseguem a quantia necessária para fazer o filme completo.

Se você acha que é utopia ou que isso nunca vai ocorrer é porque você ainda não viu o documentário da Paêbirú chamado Continue lendo Cinema na planta

STF e Mensalão: “Não é formação de quadrilha”

Condenados no mensalão foram absolvidos do crime de formação de quadrilha. A recente publicação dos argumentos que justificam essa absolvição publicados no jornal “Estadão” deixam o leitor confuso, já que o argumento para a “não-acusação” parece, para um leigo, com a própria definição de “quadrilha”.

O trecho da reportagem onde um juiz pró-absolvição diz

“o diagnóstico correto é de que houve uma reunião de práticas criminosas diferenciadas que tinham como objetivo a obtenção de vantagens indevidas para interesses específicos dos envolvidos, e não perturbar a paz pública” – grifo meu

confunde. Ora, se a “reunião de práticas criminosas” já não define “quadrilha” por si só, então temos que buscar uma definição que seja nacionalmente aceita e bem compreendida para o uso deste termo daqui por diante.

Dito isto, para que seja considerada uma “formação de quadrilha” na esfera do “Supremo Direito”, há de constar nos autos processuais evidências de:

Rock in Rio: por um mundo melhor?


É uma pena, para mim, não acreditar e não me encantar mais com qualquer grande evento/mobilização que seja controlado por algum grupo socio/econômico/político em particular. Isso é ruim para mim. Eu era mais feliz quando eu me encantava com essas coisas e vivia na ilusão.

A bola da vez é o ‘Rock in Rio’. Já tivemos esse ano o ‘Criança Esperança’, ‘Copa das confederações da FIFA’. Ainda teremos a ‘Fórmula 1’ em São Paulo e ter que ouvir o Galvão Bueno supostamente entusiasmado com esse esporte que já perdeu a graça já faz muito tempo Continue lendo Rock in Rio: por um mundo melhor?